Arquivo da categoria: PROPESQ

PUC-Campinas e Telefônica do Brasil assinam Convênio de Cooperação para desenvolvimento de intercâmbio científico e tecnológico

Por Armando Martinelli

A PUC-Campinas e a Telefônica do Brasil assinaram, no dia 04 de outubro, um convênio de cooperação para desenvolvimento de intercâmbio científico e tecnológico. A parceria, selada com a presença da Reitora da PUC-Campinas, Profa. Dra. Angela de Mendonça Engelbrecht, tem o intuito de detectar como as tendências tecnológicas podem afetar o desempenho na prestação dos serviços de telecomunicações.

Para a Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da PUC-Campinas, Profa. Dra. Sueli Bettine, “o Projeto interinstitucional é voltado para a busca de excelência na gestão de processos, através da antecipação de problemas decorrentes de tecnologias disruptivas”.

Participaram também da cerimônia de celebração do convênio o Prof. Dr. Antonio Carlos Demanboro, Coordenador Geral de Pesquisa e do NIT/PUC-Campinas, o Gerente de Processos da Telefônica, engenheiro João Paulo de Oliveira Prado, e sua equipe, engenheiros Ricardo Paino Granzotto e Fábio Lourenço Cartacho.

 

 

Especialização na PUC-Campinas

A Pós-Graduação Lato Sensu na PUC-Campinas tem como objetivo atender a uma demanda específica do mercado de trabalho, por meio do oferecimento de “cursos de especialização” que sejam capazes de promover o aprofundamento e a complementação de conhecimentos, visando dotar os alunos de habilidades e competências que são necessárias ao domínio de uma determinada função profissional.

A carga horária mínima dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu, que são os cursos de especialização, é de 360 horas e esses cursos são oferecidos aos portadores de diploma de curso superior, de acordo com a Legislação vigente que é a resolução do Conselho Nacional de Educação de 08 de junho de 2007.

Para o 1º semestre de 2017, serão oferecidos os seguintes Cursos de Especialização:

Na área da Saúde:

  1. Especialização em Desenvolvimento do Potencial Humano nas Organizações;
  2. Especialização em Enfermagem em Terapia Intensiva;
  3. Especialização em Enfermagem em Urgência e Emergência;
  4. Especialização em Enfermagem em Saúde Pública;
  5. Especialização em Geriatria e Gerontologia;
  6. Residência Multiprofissional em Saúde: Saúde da Criança, Saúde da Mulher, Urgência e Trauma, e Intensivismo.

Na área de Economia e Administração:

  1. Especialização em Gestão Empresarial;
  2. Especialização em Contabilidade, Auditoria e Controladoria;
  3. Especialização em Gestão Pública.

Na área de Linguagem e Comunicação:

  1. Especialização em Jornalismo Esportivo; e
  2. Especialização em Comunicação Institucional e Estratégica.

Na área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas:

  1. Especialização em Direito “O Novo Processo Civil Brasileiro”;
  2. Especialização em Direito Tributário;
  3. Especialização em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho;
  4. Especialização em Direito Penal e Direito Processual Penal.

Na área de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias:

  1. Especialização em Construções, Comunidades e Planejamentos Sustentáveis;
  2. Especialização em Engenharia de Segurança no Trabalho.

 

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. 

Homenagem aos Docentes Pesquisadores Jubileu de Diamante da PUC-Campinas

Em Comemoração aos 75 anos da PUC-Campinas a Pró-Reitoria de
Pesquisa e Pós-Graduação organizou um evento em homenagem aos
docentes pesquisadores da Universidade, realizado no dia 10 de junho.

O objetivo da homenagem foi marcar a importância do trabalho desenvolvido por todos os docentes pesquisadores no decorrer dos últimos anos, trabalho este que culminou com a expansão e consolidação de Programas de Pós-Graduação Strict Sensu oferecidos pela Universidade e, ainda, que contribui sobremaneira para a qualificação dos seus cursos de graduação.

Tal homenagem contou com uma palestra do então Diretor de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação (MEC) professor Dr. Arlindo Philippi Júnior que apresentou o panorama atual da pesquisa e da pós-graduação no país. Considerando o avanço do conhecimento e as demandas sociais exigidas nas diversas áreas de pesquisa desenvolvidas pelos docentes pesquisadores da Universidade, aqueles que se destacaram em termos de produção científica qualificada nos últimos seis anos foram os representantes dos seus pares ao receber, simbolicamente, uma placa de agradecimento das mãos da Reitora professora Dra. Angela
de Mendonça Engelbrecht.

Tal homenagem pretendeu registrar que aqueles docentes que, atualmente, labutam diuturnamente em Pesquisa na PUC-Campinas estão contribuindo para a projeção da Universidade nos próximos 75 anos.

Profa. Dra. Sueli do Carmo Betine, Pró-Reitora de
Pesquisa e Pós-Graduação 

ESPAÇO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

Iniciação Científica

A Iniciação Científica (IC) é o primeiro passo do aluno de graduação ao encontro da pesquisa acadêmica. É uma atividade que incentiva a formação de novos pesquisadores. Ela se constitui em um meio adequado para a formação de recursos humanos qualificados em universidades durante a graduação. A descoberta do conhecimento científico ocorre pela participação do aluno nas atividades teóricas e práticas conduzidas pelos docentes pesquisadores.

Na Universidade, o Programa Integrado de Iniciação Científica oferece três tipos de bolsas de estudo para alunos de graduação: o Fundo de Apoio à Iniciação Científica – FAPIC/Reitoria, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq) e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/CNPq) administrado pela Universidade, com a supervisão do CNPq.

Para participar do Programa, o aluno deve estar regularmente matriculado em curso de graduação da PUC-Campinas; não ter vínculo empregatício ou ter um estágio remunerado; ter cursado disciplinas relevantes para a execução do seu Plano de Trabalho de IC; dispor de 20 horas semanais para as atividades de pesquisa; ser selecionado e indicado pelo professor pesquisador; cumprir o plano de atividades aprovado e apresentar os resultados parciais e finais da pesquisa no Encontro Anual de Iniciação Científica. Mais informações no site. 

O Encontro Anual de Iniciação Científica ocorreu neste ano entre 22 e 23 de setembro, onde foram expostos 462 trabalhos no total, entre apresentações orais e pôsteres. Os trabalhos são avaliados por um conjunto de consultores do CNPq, onde os melhores são selecionados para recebimento de prêmios e menção honrosa, em cerimônia oficial que ocorre em meados de novembro a cada ano. Além disso, neste ano, os trabalhos também foram apreciados por comitês formados por representantes do setor produtivo e da administração pública da Região Metropolitana de Campinas, quanto à sua aderência aos temas de Gestão e Desenvolvimento Sustentável de Áreas Metropolitanas, cujo reconhecimento também será anunciado por ocasião da cerimônia de premiação anual.