ESPAÇO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

Iniciação Científica

A Iniciação Científica (IC) é o primeiro passo do aluno de graduação ao encontro da pesquisa acadêmica. É uma atividade que incentiva a formação de novos pesquisadores. Ela se constitui em um meio adequado para a formação de recursos humanos qualificados em universidades durante a graduação. A descoberta do conhecimento científico ocorre pela participação do aluno nas atividades teóricas e práticas conduzidas pelos docentes pesquisadores.

Na Universidade, o Programa Integrado de Iniciação Científica oferece três tipos de bolsas de estudo para alunos de graduação: o Fundo de Apoio à Iniciação Científica – FAPIC/Reitoria, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq) e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/CNPq) administrado pela Universidade, com a supervisão do CNPq.

Para participar do Programa, o aluno deve estar regularmente matriculado em curso de graduação da PUC-Campinas; não ter vínculo empregatício ou ter um estágio remunerado; ter cursado disciplinas relevantes para a execução do seu Plano de Trabalho de IC; dispor de 20 horas semanais para as atividades de pesquisa; ser selecionado e indicado pelo professor pesquisador; cumprir o plano de atividades aprovado e apresentar os resultados parciais e finais da pesquisa no Encontro Anual de Iniciação Científica. Mais informações no site. 

O Encontro Anual de Iniciação Científica ocorreu neste ano entre 22 e 23 de setembro, onde foram expostos 462 trabalhos no total, entre apresentações orais e pôsteres. Os trabalhos são avaliados por um conjunto de consultores do CNPq, onde os melhores são selecionados para recebimento de prêmios e menção honrosa, em cerimônia oficial que ocorre em meados de novembro a cada ano. Além disso, neste ano, os trabalhos também foram apreciados por comitês formados por representantes do setor produtivo e da administração pública da Região Metropolitana de Campinas, quanto à sua aderência aos temas de Gestão e Desenvolvimento Sustentável de Áreas Metropolitanas, cujo reconhecimento também será anunciado por ocasião da cerimônia de premiação anual.