Arquivo da tag: comunidade

Espaço Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

Projetos de Extensão são classificados entre os melhores do país em Edital do MEC 

A PUC-Campinas submeteu 26 propostas, sendo 12 projetos e 14 programas de extensão ao Edital PROEXT 2016 MEC/SESu, publicado pelo Ministério da Educação. Trata-se do principal instrumento de financiamento da Extensão Universitária do país. Todas as propostas da PUC-Campinas foram avaliadas positivamente, sendo que 16 obtiveram nota final acima de 91 pontos, numa escala que varia entre 0 e 100 pontos.

O resultado final contemplou 3 programas e 5 projetos com recursos financeiros para apoiar seu desenvolvimento, perfazendo um total de R$ 1.305.929,13. Com este resultado, a PUC-Campinas ficou em 8º lugar dentre todas as Instituições de Ensino do país que apresentaram propostas e, pelo segundo ano consecutivo, em 1º lugar no segmento das Instituições Comunitárias de Ensino Superior (ICES)

RESULTADO FINAL EDITAL PROEXT 2016  
PROGRAMAS E PROJETOS CLASSIFICADOS E CONTEMPLADOS COM RECURSOS NO TOTAL
DOCENTE MODALIDADE TÍTULO
1. Pedro de Miranda PROGRAMA Desenvolvimento de Atuação em Rede para cooperativas de catadores de materiais recicláveis de Campinas-SP.
2. Karina de Carvalho Magalhães PROGRAMA Empreendedorismo e Empregabilidade: desenvolvendo competências e preparando Pessoas com Deficiência para o Mundo do Trabalho no Centro Interdisciplinar de Atenção à Pessoa com Deficiência (CIAPD) da PUC-Campinas.
3. Roberto Silva Jr PROGRAMA Esporte e Lazer: estratégias de participação e tecnologia para a inclusão de pessoas com deficiência.
DOCENTE MODALIDADE LINHA TEMÁTICA
1. Fábio Augusto Morales Soares PROJETO Lugares da religião em Campinas: patrimônio, espaço e cultura material.
2. Vagner Roberto Bergamo PROJETO Esportes Unificados: Modelo Para o Desenvolvimento do Esporte e Lazer Inclusivo.
3. José Henrique Spécie PROJETO Oficina da Cidadania.
4. Cristiane Feltre PROJETO Observatório de políticas públicas e migrações da RMC.
5. Amilton da Costa Lamas PROJETO Promoção da inclusão social/digital de deficientes visuais através de soluções de Engenharia Elétrica.

 

tabela 1

tabela 2

 

 

 

 

Artigo: Para além da Universidade

Por Lucas Jerônimo

As possibilidades pretendidas desde o ingresso na Universidade norteiam a relevância obtida a partir de um projeto de Extensão, consolidado por uma necessidade externa e de mesmo modo pela potencialidade possível a partir da experiência acadêmica. O projeto “Reflexões Críticas Sobre a Mídia no Processo de Educomunicação” é um desses exemplos.

Lucas participou do projeto de Extensão “Reflexões Críticas Sobre a Mídia no Processo de Educomunicação". Crédito: Álvaro Jr.
Lucas participou do projeto de Extensão “Reflexões Críticas Sobre a Mídia no Processo de Educomunicação”. Crédito: Álvaro Jr.

O objetivo é compreendido a partir da construção coletiva, quando os conhecimentos absorvidos em sala de aula são transportados para o lado de fora, em uma via de mão dupla. Essa vivência se torna ainda mais motivadora quando a partilha se dá para a construção de novos contextos formativos, para a educação, e para a relação essencial entre esta e as perspectivas dadas pelo advento de novas mídias, em constante transformação.

É possível materializar essas observações a partir da vivência in loco, como no caso desse projeto, em que a transferência e partilha de conhecimentos se dão com professores do Ensino Fundamental e Médio que se dispõem à integração por meio de oficinas temáticas acerca do tema central do Projeto de Extensão Universitária.

Nesse sentido, repensar a dinâmica do nosso processo de formação passa a ser fator essencial. É quando a técnica ganha corpo e movimento que percebe-se de que forma a atuação do estudante de Extensão se destaca para além da grade curricular, e a vivência universitária passa a ser agregada não só como a repetição de conteúdos e o cumprimento de metas probatórias.

Como eixo condutor da experiência de Extensão está a aproximação de realidades diversas àquilo que, às vezes, está limitado a vivências pessoais e de caráter privado, ou seja, o que se enquadra em limites que já não contemplam a necessidade. A vivência comunitária é transformadora, mas só quando a universidade se integra e não apenas aplica a “receita pronta” de como deve ou não ser.

O conhecimento e a produção acadêmica com a comunidade ampliam, sobretudo, as fronteiras e podem evidenciar profissionais egressos com possibilidades de atuação social superiores.

 

Extensão: a relação entre Universidade e Comunidade externa

Por Duílio Fabbri

Aprender a ler imagens e a compreender os seus possíveis sentidos tornaram-se habilidades necessárias para desenvolver a capacidade de interagir com o mundo de forma consistente e consciente. No Projeto de Extensão “Reflexões críticas sobre a mídia no processo de educomunicação”, desenvolvido junto aos professores da Escola Estadual Prado e Silva, tem-se como perspectiva o fato de que aprender sobre o mundo editado pela mídia, a ler além das aparências; a compreender a polifonia presente nos enunciados da narrativa midiática não são tarefas fáceis, mas desejáveis para uma leitura crítica do mundo. Da mesma forma, discutir a responsabilidade social dos veículos de comunicação, compreender as intrincadas relações de poder que estão por trás de sua composição, além de capacitar professores e alunos para entender os sentidos, o significado implícito no discurso midiático, também é papel da Extensão.

Lucas Jerônimo e o Coordenador do Projeto Duílio Fabbri- Crédito: Álvaro Jr.
Lucas Jerônimo e o Coordenador do Projeto Duílio Fabbri- Crédito: Álvaro Jr.

Do ponto de vista institucional, entendendo a Universidade formada por um tripé em que se integram Ensino, Pesquisa e Extensão, este projeto não só se relaciona e contribui para o projeto pedagógico do Curso de Jornalismo da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), bem como com as diretrizes de Extensão difundidas pela Instituição. O projeto pertence ao eixo aglutinador Cultura e Arte, cujo cerne é aplicar concretamente, via Extensão, o conhecimento produzido e existente na Universidade no enfrentamento, nas reflexões críticas do mundo que nos acerca e no entendimento de novas tecnologias e linguagens. Como professor de Extensão, responsável pelo projeto, conto com dois alunos bolsistas, que têm tarefas específicas, com aderência à Faculdade de Jornalismo, em que os mesmos estão a aplicar e a desenvolver os conhecimentos da área estudada.

 

Duílio Fabbri é extensionista e diretor adjunto do curso de Design Digital

Lucas Jerônimo – extensionista

Espaço Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

Apesar de existir uma indicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para que toda paróquia católica do país tenha uma equipe de Pastoral da Comunicação, essa meta ainda está longe de ser alcançada. Uma das principais dificuldades, segundo especialistas, é que para agir nessa área não é suficiente boa vontade e trabalho voluntário. Assim, além da disponibilidade dos agentes de pastoral é importante um conhecimento mais especializado – tanto técnico quanto teórico – na área da Comunicação.

Esse é o objetivo do projeto de extensão “Comunicação e Ação Pastoral: elaboração de Plano de Comunicação Institucional junto às paróquias da Forania São João XXIII, da Arquidiocese de Campinas”, desenvolvido pelo Prof. Lindolfo Alexandre de Souza, da Faculdade de Jornalismo, e que conta com dois alunos bolsistas. Na primeira etapa do projeto foram realizadas oficinas de capacitação para que os agentes de pastoral pudessem elaborar um Plano de Comunicação Institucional para cada uma das sete paróquias da Forania. E um plano que levasse em consideração a realidade de cada paróquia, com suas possibilidades, recursos disponíveis, cronograma e prioridades.

Após os planos elaborados, os agentes de pastoral estão participando de oficinas de capacitação para o aperfeiçoamento da comunicação paroquial, ao mesmo tempo em que são acompanhados na implementação das ações previstas nos planos de comunicação. Entre os temas das oficinas estão técnicas para produzir jornais e boletins paroquiais impressos, uso da internet para a evangelização, organização do quadro de avisos e dicas para o uso adequado do microfone, entre outras.

O projeto iniciou em agosto de 2014 e tem previsão de término em dezembro de 2015. Após a intervenção, o objetivo é que as equipes paroquiais de Pastoral da Comunicação estejam organizadas e capacitadas para a continuidade das ações, sem a necessidade de acompanhamento do docente nem dos alunos extensionistas.

Espaço Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

3-banner2-jornal-site-pucc-2014

Cursos de Extensão têm maior adesão dos últimos quatro anos

 Por Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

 Encerraram-se, no dia 6 de março, as inscrições dos Planos de Trabalho de Extensão a serem desenvolvidos por alunos bolsistas no ano de 2015. A boa notícia é que foram feitas 83 inscrições, o maior número dos últimos quatro anos, relacionadas aos Projetos de Extensão dos docentes dos cinco Centros da Universidade.

 O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 31 de março, com início das atividades em 1º de abril. Serão concedidas 60 bolsas com valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais) para dedicação de 24 horas semanais.

 Outras informações sobre os Projetos de Extensão institucionais da Universidade podem ser consultadas aqui.