Arquivo da tag: sistemas de informação

Sistema de Bibliotecas e Informação da PUC-Campinas passa por reestruturação

Por Sílvia Perez

O projeto de reestruturação do Sistema de Bibliotecas e Informação (SBI) da PUC-Campinas visa garantir maior modernização de uma área vital e muito demandada em toda a Universidade, as bibliotecas.

De acordo com o Supervisor do SBI, Sérgio Eduardo Silva Caldas, a reestruturação tem o objetivo de acompanhar as mudanças da sociedade e os avanços tecnológicos. “O desafio é estruturar desde os recursos humanos, bem como nosso sistema, no sentido de trazer inovações e tecnologias para atender o novo perfil de usuários de informação”, explica.

Uma das mudanças previstas nesse processo é a possibilidade da busca integrada, ou seja, o usuário fará uma busca em um único campo, que oferecerá todo acervo disponível seja em livros, publicações ou outros, sem a necessidade de segmentar essa busca, por exemplo, por título ou autor.

Além disso, o acervo digital deve ser ampliado e os processos automatizados, garantindo maior agilidade ao usuário.

Conheça o fluxo de informações e o volume de atendimentos nas bibliotecas da PUC-Campinas em 2016:

Campus II Campus I Campus I – Unidade 2
Acervo 189.812 Acervo 283.652 Acervo 291.788
Alunos 3.160 Alunos 9.324 Alunos 3.774
Consulta 172.351 Consulta 339.336 Consulta 256.957
Empréstimos 88.867 Empréstimos 105.745 Empréstimos 111.219
Frequência 132.577 Frequência 261.028 Frequência 197.660

 

 

Uso de Softwares e Aplicativos por Crianças – Benefícios ou Riscos?

Por Sílvia Cristina de Matos Soares

A tecnologia, atualmente, faz parte do cotidiano das pessoas. A sua utilização pode facilitar o processo de construção do conhecimento e o desenvolvimento de habilidades e competências, necessárias para o momento em que vivemos, na chamada Sociedade da Informação.

É por meio da informação que nós, humanos, construímos o nosso conhecimento e realizamos os nossos projetos. Assim, a informação pode ser obtida a partir de diversas fontes. Uma dessas fontes é a tecnologia, mais especificamente os Sistemas de Informação, os Aplicativos e os softwares em geral.

A exploração desse mundo tecnológico pelo ser humano, tem início muito cedo. É fato que os computadores, os tablets e os celulares são utilizados por crianças, até mesmo na primeira infância. Isso faz surgir dúvidas sobre esse uso. É benéfico ou prejudicial à saúde e ao desenvolvimento da criança?

Ainda não existe um consenso sobre o assunto, mas podemos discutir, resumidamente, alguns pontos relacionados a ele para gerar algumas reflexões e possibilitar que os envolvidos com essa situação possam tomar algumas decisões.

Sabemos que os pais e os educadores têm um importante papel na educação e no desenvolvimento da criança, porém qual o nível de conhecimento sobre o mundo tecnológico que eles têm? Eles precisam ser educados sobre o uso dos Sistemas de Informação, dos Aplicativos e dos softwares, para que possam tirar proveito de seu uso e orientar as crianças. É importante definir, claramente, os objetivos para o seu uso e quais são as vantagens, para a criança, em utilizar a tecnologia. Os aspectos relacionados à segurança também precisam ser analisados, como por exemplo, não expor os dados pessoais da criança na internet, observar a criança enquanto ela utiliza a tecnologia, orientá-la para que não converse com estranhos, entre outros.

Por outro lado, os profissionais formados em Engenharia de Software ou Sistemas de Informação, por exemplo, precisam pensar em desenvolvimento de software, de Sistemas de Informação e de Aplicativos considerando os benefícios que podem trazer às crianças.

Alguns exemplos podem ser citados: auxílio no desenvolvimento motor, no processo de alfabetização, na interação em ambientes dinâmicos e colaborativos, na exploração do mundo, das cores, na aproximação entre culturas geograficamente distantes, entre outros. Muitos pesquisadores sobre o assunto acreditam que a tecnologia é mais um instrumento que pode ser utilizado para favorecer a construção efetiva do conhecimento e a realização, por parte das crianças, de seus projetos ao longo da vida.

O fato de as crianças utilizarem a tecnologia pode trazer algumas preocupações, mas os benefícios podem ser muito maiores se os Aplicativos ou Sistemas de Informação forem selecionados apropriadamente à criança e se forem utilizados em paralelo com as experiências concretas, brincadeiras, leituras de livros, atividades em família e não em substituição a elas.

A tecnologia está presente no mundo das crianças desde o momento de seu nascimento. Cabe aos pais e aos educadores orientá-las e educá-las nesse processo de conhecimento e interação que pode proporcionar novas descobertas e novos desenvolvimentos. Como sempre, a educação é o ponto de partida para qualquer evolução.

Profa. Me. Sílvia Cristina de Matos Soares é Diretora dos Cursos de Graduação: Sistemas de Informação, Engenharia de Software e Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação.