Tecnologia, Educação e os talentos da PUC-Campinas

A edição de setembro do Jornal da PUC-Campinas traz boas notícias para os pré-vestibulandos, que estão avaliando a carreira que desejam seguir e, consequentemente, o Curso Universitário que pretendem fazer no ano que vem. Trata-se do anúncio de cinco novos Cursos já arrolados na lista de ofertas do próximo vestibular, envolvendo Gestão Pública, Comercial, Financeira, RH e Tecnologia da Informação, todos na modalidade Educação a Distância. Além de anunciar os novos Cursos, a matéria aborda aspectos e características desta modalidade de ensino, que se impõe como tendência.

Ainda no universo da tecnologia, o Jornal mostra como será a participação da Universidade na quarta edição do INOVA Campinas, o mais importante evento regional de tecnologia, que vai contar com cerca de 30 projetos apresentados por alunos da PUC-Campinas.

Neste mesmo campo do conhecimento, ajustados ao diapasão tecnológico, três professores de áreas diferentes, Publicidade e Propaganda, Sistemas de Informação e Engenharia Elétrica, comentam características, impactos e perspectivas futuras da humanidade frente às novas tecnologias, apresentando um balanço de onde (e como) poderemos chegar, enquanto sociedade, levados por Big Data, Internet das Coisas, Computação em Nuvens e outras “novidades” do gênero.

A edição de setembro mostra, também, o talento e as habilidades da aluna do quarto ano de Relações Públicas que integra a lista das dez classificadas, entre mais de mil inscritas, do projeto “As Líderes do Futuro”, focado na descoberta e revelação de mulheres com potencial para exercer cargos de liderança.

Da mesma forma, superação e sucesso caracterizam o percurso do ex-aluno que se entusiasmou com a vida universitária e agora é professor doutor no Curso de Medicina, deixando um recado muito claro sobre o tema: “A magia do mundo acadêmico contagia o ex-aluno, que, orientado por seu professor, transmite o processo de ensino-aprendizagem adiante”.

Mas, ao lado de histórias de sucesso, a educação no Brasil, incluindo aquela de nível superior, ainda precisa superar muitos obstáculos e consertar severas distorções de acesso social, de todos e para todos, conforme mostra o artigo sobre a luta pelo direito à educação no Brasil, sob uma perspectiva histórica e o olhar analítico de um professor de Direito.

Além da colaboração dos professores, os jornalistas do Departamento de Comunicação da Universidade também foram a campo reunir boas indicações de cinema e recolher dados para mostrar gente que se realiza ajudando gente, em matéria sobre o pessoal que trabalha com a ONG Grupo Primavera, no Jardim São Marcos, em Campinas, arrematando informações que estimulam a leitura atenta desta edição e o seu uso como material para refletir, debater, ensinar e aprender…

Não perca a oportunidade.