Zero no ENEM, humildade zero

Você pode gostar...

Comentários

  1. Diarone Paschoarelli Dias disse:

    Apreciei bastante o seu texto, Prof. Dr. Gaiotto. O maior problema que vejo na quantidade de notas zero nas redações é o descaso que tal fato está recebendo de nossas autoridades educacionais. O número é expressivo e, por isso, deveria receber atenção e ser analisado nas suas reais causas e não somente como por ora faz, como também outros experts no assunto o fizeram, em verdadeiros ensaios, mais baseado em opiniões sem os dados mais profundos e detalhados do ocorrido. Os argumentos que surgem apenas baseados no ZERO são inconsistentes, apesar de lógicos e plausíveis. Enfim, sendo repetitivo, faltam dados para uma crítica mais sólida.

  2. Ricardo Gaiotto disse:

    Prof. Dr. Diarone, honrado por sua leitura. Sim, sem dúvida esses números são expressivos e, analisados em conjunto com os outros dados do próprio exame, poderiam radiografar os problemas de nossa educação básica que está muito além da escola. E seria necessário fazer algo com essa radiografia, traçar um plano de ação de longo prazo.

  3. Soraia disse:

    Prezado!

    Sempre apreciei suas colocações, com bom senso e sensibilidade.
    Parabéns.
    Soraia Spolidório